Gestão de resíduos

Os óleos alimentares usados, resultado de fritura de alimentos, azeites e óleos de conserva, devem ser despejados numa garrafa de plástico com tampa, bem fechada, depois de terem arrefecido, e colocados no OLEÃO mais próximo.

Deve colocar: Papel e cartão, como jornais, revistas, folhas e sacos de papel e embalagens de cartão espalmados, caixas de cartão liso e canelado.

Não deve colocar: Papeis/cartões contaminados com gordura ou com outras substâncias; toalhetes e fraldas; guardanapos e lenços; papel plastificado, metalizado, autocolante, vegetal e químico; pacotes de batatas fritas e aperitivos; embalagens de produtos tóxicos e perigosos.

Deve colocar: Vidro, como garrafas, frascos, boiões e outras embalagens alimentares de vidro.

Não deve colocar: Espelhos e azulejos; vidros de janelas e de automóveis; cerâmica, porcelana, cristal e pirex; lâmpadas e ecrãs de televisão; rolhas metálicas, de plástico e de cortiça; embalagens de cosméticos e perfumes; vidro farmacêutico e de hospital.

Deve colocar: Embalagens de detergentes, óleos alimentares, shampoos, vinagre; sacos de plástico; esferovite limpa; pacotes de bebidas, caixas e frascos de plástico, garrafas e garrafões de plástico; latas de bebidas e de conserva; tabuleiros de alumínio; outras embalagens de metal; pacotes de leite de sumo e de vinho; embalagens de sprays.

Não deve colocar: Tachos, panelas e talheres; seringas; eletrodomésticos; borrachas, baterias e ferramentas; embalagens de combustíveis, de produtos tóxicos e/ou perigosos; sacos de plástico sujos; pilhas e baterias.

CLIQUE NA IMAGEM PARA ACEDER AO MAPA

Sustainable-Packaging-1280x720

O plástico é uma ameaça para a saúde do planeta, sobretudo dos oceanos. Saiba como reduzir o uso de plástico no dia-a-dia.

O plástico é uma das maiores ameaças para o nosso meio ambiente, principalmente para a sustentabilidade dos oceanos. Em apenas cinco anos, a presença do plástico no oceano tornou-se uma preocupação global que conduziu a várias ações com vista a reduzir o uso de plástico a nível mundial.

Porém, estima-se que a produção global de plástico aumente 40% até 2030 e há centenas de milhares de milhões de dólares a ser investidos em novas fábricas de produção de plástico. O seu uso per capitatambém está a aumentar, sobretudo nos países em de senvolvimento.

Como é afirmado num artigo da National Geographic, O Plástico: fabricámo-lo, dependemos dele e afogámo-nos nele. Comece já hoje a reduzir o uso de plástico, seguindo as dicas que lhe vamos deixar.

Untitled-design-13

Os Óleos Alimentares Usados (OAU) são um resíduo com alguma importância ao nível dos hábitos domésticos das famílias, resultando da fritura de alimentos.

Devido à sua complexidade e elevado potencial de contaminação dos recursos hídricos, é fundamental a separação e encaminhamento deste resíduo.

Um litro de óleo é suficiente para poluir cerca de um milhão de litros de água, pelo que o esgoto nunca deve ser o destino a dar ao OAU, até porque podem danificar estas infraestruturas e potenciar o aparecimento de pragas. Por outro lado, poderão danificar os sistemas de tratamento das águas residuais (ETAR’s), uma vez que a gordura se acumula nos filtros, obstruindo-os e fazendo com que não funcionem devidamente, prejudicando o processo de tratamento das águas.

 

5b9a60612600003300ed2a55

A União de Freguesias vai implementar um serviço de gestão de resíduos têxteis que contempla a recolha de roupa e/ou calçado usados para posterior tratamento e valorização dos mesmos (quer na confeção de novos tecidos quer na sua transformação em produtos muito diferentes daqueles que lhes deram origem).

Esta Gestão assenta em três pilares fundamentais: Recolha – Triagem – Encaminhamento.

  • Após a recolha dos resíduos têxteis colocados nos contentores criados para o efeito (“roupões”), é feita a pesagem dos resíduos recolhidos e respetivo registo na plataforma informática.
  • Na unidade de triagem do nosso parceiro, os resíduos recolhidos são criteriosamente separados por categorias, matérias-primas e níveis de qualidade.
  • Dependendo dessa triagem, os resíduos são encaminhados para diferentes destinos: peças em estado novo ou semi-novo são reutilizadas, permitindo assim dar resposta a pedidos de apoio por parte de famílias carenciadas; peças em pior estado, que não possam ser reutilizadas, seguem então para reciclagem, dando origem a novos produtos.

Conheça a localização exata dos contentores no concelho.

Deve solicitar a recolha dos monos (eletrodomésticos, mobiliário, etc.) à Junta de Freguesia, através dos contatos desta página. Posteriormente será informado da data e hora da recolha.

A Escola de Oliveira do Hospital tem um DEPOSITÃO onde pode colocar pequenos eletrodomésticos e outros aparelhos elétricos ou eletrónicos obsoletos. Os equipamentos serão reciclados no âmbito do Programa “Eco-Escolas”.

Deve proceder à sua queima, depois de solicitar a devida autorização. Pode optar pela compostagem, como forma de valorização dos bioresíduos. 

No caso de pequenas obras de particulares isentas de licença, deve contatar a Junta de Freguesia para proceder à sua entrega.

Os entulhos de obras não podem ser enterrados, abandonados em terrenos ou colocados junto ou dentro de contentores de resíduos sólidos urbanos. Tenha em atenção que o incumprimento constitui uma contraordenação grave punível por lei.

Créditos | Fontes ( adaptado)
international-e-waste-day

Os REEE são quaisquer EEE de que o detentor se desfaz ou tem a intenção ou a obrigação de se desfazer, incluindo todos os componentes, subconjuntos e materiais consumíveis que fazem parte integrante do equipamento no momento em que este é descartado.

Entende-se por EEE os equipamentos dependentes de corrente elétrica ou de campos eletromagnéticos para funcionarem corretamente.

A partir de 15.08.2018, o Decreto-Lei n.º 152-D/2017, de 11 de dezembro, é aplicável a todos os EEE (âmbito aberto), com exceção dos que se encontram explicitamente excluídos pelo n.º 5 do artigo 2.º. A classificação dos mesmos deverá acontecer numa das 6 categorias:

  1. Equipamentos de regulação da temperatura;
  2. Ecrãs, monitores e equipamentos com ecrãs de superfície superior a 100 cm2;
  3. Lâmpadas;
  4. Equipamentos de grandes dimensões (qualquer dimensão externa superior a 50 cm), com exceção dos equipamentos das categorias 1, 2 e 3;
  5. Equipamentos de pequenas dimensões (nenhuma dimensão externa superior a 50 cm), com exceção dos equipamentos abrangidos pelas categorias 1, 2, 3 e 6;
  6. Equipamentos informáticos e de telecomunicações de pequenas dimensões (nenhuma dimensão externa superior a 50 cm).
1-MONSTROS

Monstros domésticos” são eletrodomésticos, equipamentos eletrónicos, móveis e sofás velhos, colchões e outros resíduos que, dadas as suas caraterísticas ou volume, não podem ser depositados nos ecopontos, nem no contentor para o lixo indiferenciado. No entanto, podem e devem ser encaminhados para reciclagem.

A União de Freguesias irá proporcionar aos Fregueses este serviço, devendo efetuar uma solicitação , por email através do Pedido de Agendamento online nesta plataforma. 

A recolha é efetuada em dia e hora a acordar entre os serviços da autarquia e o freguês e o serviço é gratuito.
Importa lembrar que compete aos munícipes transportar e acondicionar os resíduos volumosos para local acessível à viatura de recolha e segundo as instruções dos serviços da autarquia.

Após a recolha, estes resíduos são depositados no ecocentro de Oliveira do Hospital e ficam sob sua a responsabilidade , que por sua vez, procede à separação e triagem dos resíduos, encaminhando-os para aterro ou para reciclagem, como por exemplo, os eletrodomésticos.

BIO

Os biorresíduos fazem parte do nosso dia-a-dia, quando deitamos fora os restos da preparação dos alimentos e os restos de comida. 
A Estratégia dos Biorresíduos tem como objetivos:

  • Garantir uma transição para a recolha seletiva de biorresíduos e a utilização da capacidade instalada de compostagem e de digestão anaeróbia, substituindo-se progressivamente as origens de recolha indiferenciada
  • Promover a utilização do composto resultante da valorização dos biorresíduos
  • Promover a instalação de equipamentos que permitam a recuperação do biogás proveniente das instalações de digestão anaeróbia.

Impactes positivos, diretos e indiretos:

• Redução de quantidades de resíduos depositados em aterro por via indireta;

• Redução dos odores nos aterros;

• Melhoria da qualidade dos materiais triados nas linhas mecânicas;

• Produtos com alto valor acrescentado (composto, corretor orgânico, gás);

• Empregos verdes;

• Envolvimento da comunidade (compostagem doméstica e comunitária, agricultura familiar);

• Redução da importação de matérias-primas para a agricultura;

• Melhoria da qualidade do solo (retenção de água, nutrientes, carbono).

Close Search Window
Entre em contato
Estamos online !
UF SANTA OVAIA E VILA POUCA DA BEIRA
https://santaovaiavilapoucadabeira.pt/economia-circular